quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Relacionando nossa Prática com os conteúdos de Filosofia trabalhados este ano (trabalho orientado pelo professor Carlos Cogoy)

Qual a relação entre práxis educacional, moral, ética e prática pedagógica?
O momento de fazer a prática no terceiro ano do curso Normal vai além de testar se nós gostamos daquilo que estamos fazendo ou ao menos nos preparando para fazer. É o momento, acima de tudo, de fazer uma ligação daquilo tudo que aprendemos com nossos professores com as coisas que se passam em sala de aula, com os nossos alunos. De nada adiantaria dois anos com a professora Gislaine dizendo que trabalhar com projeto didático é a melhor forma nas séries iniciais, se não pudesse constatar, eu mesma, na prática? Essa possibilidade que temos fundamenta ainda mais a teoria da práxis educacional, teoria e prática nunca estiveram tão relacionadas quanto nesse momento para nós, a prática que planejamos precisou de uma teoria para se nortear (ou “sulear”, tudo é tão relativo), da mesma forma sem que não houvesse prática, vida real, não teria como existir a teoria, não teria fundamento e nem aplicação.
Fora isso, percebemos que todas as disciplinas nos ensinaram coisas que sem as quais não poderíamos ter feito tudo o que fizemos naquelas salas de aula. Mesmo as disciplinas do ensino médio, são imprescindíveis para a nossa formação profissional e pessoal. Falando de modo geral, não me surpreende que as disciplinas que ensinam “como fazer” tenham nos ajudado, me surpreende aquelas que tratam mais das relações humanas e sociais, nunca tinha tido a oportunidade de perceber o quanto são necessárias e o quanto se fazem presente em sala de aula.
Cada minuto que tivemos em sala de aula foi além daquilo que tínhamos planejado, no exigiu mais do que conhecimento teórico, nos cobrou postura de quem está à frente de uma sala de aula, e isso não é só discurso, é a maior verdade. Quem das nossas colegas não passou por situações inesperadas, quem não teve que tomar atitudes segundo os seus padrões morais, quem não precisou pensar se aquilo que precisava decidir seria considerado correto nos padrões éticos e morais.
E vou além, a moral e a ética, conteúdos da disciplina de Filosofia trabalhados este ano, estiveram presentes desde o nosso período de observação, passando pelo planejamento e chegando a aplicação, sendo manifestados desde as pequenas coisas como as que deixamos transparecer através dos nossos atos, no juízo de valo que inevitavelmente fizemos das pessoas, mas que precisam sempre ser reavaliados, as escolhas que fizemos no planejamento, as reações que tivemos, todas as nossas ações, tudo seria mais difícil se não tivéssemos passado por reflexões e conhecimento destas áreas da Filosofia que como ciência humana, possibilita o aprimoramento de nós, seres humanos na medida em que vivemos e nos relacionamos uns com os outros.

Ir para o menu da prática

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares