sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Bullying

É um tema tão discutido atualmente, tão polêmico que resolvi postar minha opinião também. As questões que seguem são, na verdade um trabalho da disciplina de Didática da Linguagem, professora Carla Sorondo, no primeiro trimestre deste ano. As respostas não são nenhuma verdade incontestável das ciências sociais até porque isso nem existe, são mais a minha forma de ver mesmo.

1)   O que é bullying? São agressões ocorridas no espaço da escola ou com pessoas que convivem nele, sendo que tem de ser repetidas agressões (3 ou mais), e que agredido e agressor tem de pertencer ao mesmo nível dentro da escola (aluno-aluno, em geral).
2)   O que não é bullying? Agressões isoladas, uma briga, perseguições de aluno contra professor ou de professor contra aluno, casos em que se deve prestar atenção também, porém não podem ser considerados bullying.
3)   Quais são as formas de bullying? Agressões verbais, físicas, ameaças, perseguições do tipo “brincadeiras de mau gosto”, perseguições que seguem na escola, na internet, no bairro, a rua, até mesmo dentro de casa.
4)   Existe alguma forma de bullying que seja mais maléfica? O cyberbullying é pior que o bullying tradicional? Em cada forma que o bullying é praticado deixa marcas, por exemplo: o cyberbullying é grave por que as agressões ficam disponíveis a todo o mundo, o que piora a sensação da perseguição, as agressões físicas intimidam por meio da força e além de machucar a parte física, ferem a parte psicológica da vítima, as agressões morais interferem profundamente na formação psíquica, comportamental, em toda a personalidade e na própria vida da pessoa.
5)   Qual o critério adotado pelos agressores para a escolha da vítima? Não acredito que possamos definir um critério único, porém procura-se alvos fáceis, ou então alguém que o próprio agressor inveje por algum motivo, ou por uma questão de padrões de comportamento dentro de grupos.
6)   Quais as principais razões que levam os jovens a serem os agressores? Também não acredito em uma generalização, porém talvez esse agressor seja uma pessoa no fundo insegura, com necessidade de diminuir alguém para poder se sentir maior que o outro, ou talvez somente alguém que não tenha até mesmo problemas psicológicos e precisariam de assistência especializada tanto quanto suas vítimas.
7)   Quais são os principais problemas que uma vítima de bullying pode enfrentar na escola e ao longo da vida? Vergonha das situações que passou, medo do novo, medo de ser perseguido novamente, medo de expor sua opinião, medo de não ser aceito como é. Timidez, se excluir do convívio social saudável... As conseqüências podem ser inúmeras, porém o bulllying anda atualmente muito comentado na mídia, mas isso será passageiro e não se tem a preocupação de realmente resolver estes problemas, a mídia apenas os aponta e busca culpado, o que não faz nada a não ser tentar instalar um caos.
8)   Como perceber que uma criança ou adolescente está sofrendo bullying? Qual o comportamento típico desses jovens? Temos que conhecer muito bem a personalidade dessa pessoa e entender os porquês de cada ato, da forma de ser dele, para então ser possível detectar se há algo errado para tentar resolver, isso não se aplica só ao bullying, mas aos problemas comportamentais como um todo, é preciso conhecer e se importar com essa pessoa.
9)   E o contrário? O que se pode notar no comportamento de um praticante de bullying? Na minha opinião, da mesma maneira descrita na questão acima.
10) O fenômeno bullying começa em casa? Não sei dizer se começa em casa, porém as pessoas que sofrem ou praticam bullying tem problemas consigo mesma, e não só com e na escol, isso se estende para casa ou vem de lá, ou da rua, ou da vida, não sei, tudo é muito associado e é difícil entender o que deriva do que.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares